16 views | Destaque | Atualizado em: 12/03/2019

Fim de semana será decisivo para saber quem cai e quem classifica no Parazão

A oitava rodada do Parazão será toda no próximo final de semana, com jogos sábado e domingo e, ao fim dela, provavelmente de um a dois times já poderão comemorar a classificação para a fase seguinte, a semifinal. Ao fim dos jogos, a parte de baixo da classificação pode ter também definições quanto ao rebaixamento para a segunda divisão do ano que vem – que é disputada ainda no final de 2019.

O grupo A1 é o que está mais fácil para o primeiro colocado, o Clube do Remo. Com 14 pontos, o Leão Azul tem seis de vantagem sobre o terceiro colocado, o Bragantino. Se ambos vencerem, o time da capital manterá a distância, com duas rodadas faltando ser disputadas. Matematicamente, o Tubarão do Caeté poderia empatar em pontos e descontar nos gols pró, já que fez 10 gols contra 11 dos azulinos.

Se acontecer essa combinação de resultados, ainda assim o Remo pode se garantir se vencer e o Águia não ganhar seu compromisso. Isso porque abriria pelo menos seis pontos de dianteira, com três vitórias contra duas dos marabaenses.

O curioso de toda essa situação é que o Remo é quem vive uma crise interna, já tendo trocado toda a comissão técnica e com uma possível demissão em bloco nos próximos dias. O Leão Azul Não conseguiu ainda nenhuma atuação convincente no ano, sendo que já foi desclassificado na primeira fase da Copa do Brasil e ainda foi goleado no clássico Re-Pa.

A outra curiosidade do Campeonato Paraense está no grupo A2, onde o líder geral da competição, o Paysandu, é seguido muito de perto pelo Independente, que tem 16 pontos, um a menos que a equipe bicolor. O Paragominas vem em terceiro com 12, tendo perdido um pouco o contato ao empatar em casa com o Bragantino. Dependendo do final de semana, Papão e Galo Elétrico podem se classificar com duas rodadas de antecedência.

Na parte de baixo do Grupo A1, a briga para não cair está com Castanhal e São Francisco. O Japiim da Estrada tem seis pontos, dois a mais que o Leão santareno. Nesse caso, qualquer prognóstico é um risco diante do que os dois times não fazem na competição. No A2, o São Raimundo só não pode ser apontado como já rebaixado porque o Tapajós ainda dá esperanças matemáticas ao Pantera. Mas, o time alvinegro é o lanterna geral com apenas dois pontos, sem uma única vitória no Parazão. O Boto tem seis pontos, e na rodada que passou já mostrou uma evolução ao empatar com o Remo.

Jogos da rodada

A oitava rodada terá no sábado Remo e Independente, no Mangueirão; Tapajós contra São Francisco, no estádio Barbalhão; e o Paragominas recebendo o Águia na Arena Verde. No domingo, duas partidas encerram a rodada. Pela manhã, o Paysandu encara o Castanhal, na Curuzu; e no Barbalhão, à tarde, enfrentam-se São Raimundo e Bragantino.

(Tylon Maués/Diário do Pará)

 

ÚLTIMOS POST's