80 views | Esportes | Atualizado em: 02/03/2017

Gilvan é a novidade no time titular

Gilvan é a novidade no time titular (Foto: Daniel Costa/Diário do Pará)

O zagueiro Gilvan afirma que o Galvez está sendo bem estudado pelos bicolores. (Foto: Daniel Costa)

Em plena quarta-feira de Cinzas, com muita gente curtindo a ressaca das folias de Carnaval, e outras tantas tentando prolongar as curtições no feriado, a equipe do Paysandu treinava pesado no gramado da Curuzu. Durante duas horas, no horário da tarde, o grupo bicolor se movimentou na preparação para o jogo contra o Galvez-AC pela Copa Verde 2017, no sábado. Após uma atividade física, o grupo se separou em dois, com os jogadores de defesa treinando situações de posicionamento e bola parada e os demais jogadores situações de finalização. Depois, Chamusca comandou um treino coletivo, com campo reduzido, bastante agitado.

O time titular formou com praticamente a mesma escalação que começou o jogo contra o Castanhal. Gilvan, recuperado nas dores das costas, retornou à zaga ao lado de Fernando Lombardi. Jogando no 4-3-3 contra um time reserva no sistema 4-1-4-1, a movimentação terminou empatada em 3 a 3. Rodrigo Andrade e Leandro Carvalho, duas vezes, marcaram para os titulares, enquanto Leandro Cearense, duas vezes, e Alfredo – em lance em que aplicou chapéu no goleiro Emerson –, fizeram para os reservas. Na segunda parte do treino, o técnico puxou Will e Leandro Cearense para o time principal.

Enquanto reservas e titulares realizavam a movimentação, Augusto Recife e Daniel Sobralense realizaram atividade em separado de transição física e, do lado de fora, alguns jogadores como Andrelino, Djalma e Carlos Neto trabalhavam em separado. O time bicolor treina novamente nesta tarde e realiza atividade pela manhã na sexta-feira antes da viagem até Rio Branco para estrear na Copa Verde.

É PRA FICAR DE OLHO NO ‘ATACANTE RÁPIDO’

O analista de desempenho do Paysandu, Cadu Furtado, viajou a Manaus e acompanhou o jogo de volta entre Galvez e Nacional, que deu a classificação para o time acreano. Além disso, buscou informações sobre o desempenho do time e acompanhou a estreia no Campeonato Acreano. Para a estreia na Copa Verde 2017, o Paysandu larga na frente, portanto, no jogo das informações. Embora parecesse apenas um treino coletivo normal, o zagueiro Gilvan afirma que a atividade foi pensada levando em conta o adversário de sábado.

“Passaram pra gente vídeos de jogos deles antes do treinamento. Nos passaram todas as informações do adversário e o treinador enfatizou os pontos fortes e fracos deles. Foi nisso que a gente trabalhou agora”, comentou Gilvan. O defensor não entrou em muitos detalhes nas informações sobre o que foi repassado do adversário. Mas deu uma pista. “Pra não dizer que a gente não contou nada, tem um atacantezinho rápido lá que a gente tem que neutralizar. Se não neutralizar, o jogo complica. Mas não vou dar o nome porque senão já é dar arma demais pro adversário”, brinca o defensor.

FILME REPETIDO?

A campanha do título do Paysandu na Copa Verde 2016 passou pelo Acre, no duelo contra o Rio Branco, pelas quartas de final. Gilvan não entrou em campo, mas diz ter boas lembranças da passagem pela capital acreana. “É um ótimo estádio, uma cidade com clima quente, e o jogou foi difícil, mas conseguimos sair com a vitória”, relembra. O Paysandu venceu em Rio Branco por 5×2 e em Belém por 1×0.

TIME DO COLETIVO

Emerson; Ayrton, Fernando Lombardi, Gilvan e Willian Simões; Ricardo Capanema (Will), Wesley e Rodrigo Andrade; Leandro Carvalho, Bergson e Alfredo (Leandro Cearense).

ÚLTIMOS POST's