76 views | Not-Geral | Atualizado em: 11/04/2017

Hospital Oncológico Infantil recebe habilitação do MS

O hospital foi habilitado como a mais nova Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia da região amazônica.

O Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, em Belém, foi habilitado pelo Ministério da Saúde (MS) como a mais nova Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) da região amazônica, por sua atuação dedicada à oncologia pediátrica.

A decisão da Secretaria de Atenção à Saúde do MS foi oficializada pela portaria Nº 522, de 13/3. A habilitação foi concedida após avaliação da Coordenação Geral de Atenção Especializada, do Departamento de Atenção Especializada e Temática do ministério.

“Tivemos essa habilitação do Ministério da Saúde com um ano e oito meses de funcionamento do Oncológico Infantil. Como unidade de oncologia pediátrica, ele será um referencial para região Norte”, avaliou o secretário estadual de Saúde, Vitor Mateus.

Foto: Agência Pará

Foto: Agência Pará

O secretário ressaltou ainda que o Oncológico Infantil é o maior hospital de oncologia a ter esta habilitação publicada em portaria pelo Ministério da Saúde, o que dá ao hospital condição de referência já classificada dentro da rede de oncologia do Brasil.

O Ministério da Saúde considera habilitada como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia todos os hospitais que possuem condições técnicas, instalações físicas, equipamentos e recursos humanos adequados à assistência especializada de alta complexidade para o diagnóstico e tratamento do câncer.

A habilitação dada pelo MS é fundamental para que hospitais como o Oncológico Infantil sejam integrados formalmente à Rede de Atenção Oncológica do SUS – que, além das Unacon, também é formada por estabelecimentos de saúde que têm habilitação como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon).

Dispondo hoje de 89 leitos só para crianças e adolescentes, o Hospital Oncológico Infantil é atualmente a maior referência em oncologia infantil no Norte. Ao todo, realiza, a cada mês, cerca de 550 consultas e mais de 2.500 sessões mensais de tratamentos com quimioterapia.

Dos leitos disponíveis, dez são destinados à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ao todo, são feitas uma média de 110 internações a cada mês, com uma grande clientela oriunda do interior do Estado. A unidade também oferece serviço de pronto socorro oncológico 24 horas por dia somando mais de 20 atendimentos diários.

ÚLTIMOS POST's