46 views | Not-Geral | Atualizado em: 29/08/2017

Indústria de transformação fecha com saldo positivo em julho

Mas em sete meses, setor fechou com saldo negativo de 592 postos

O setor da indústria de transformação paraense fechou o mês de julho com saldo positivo de 491 postos de trabalhos e crescimento de 0,60% na geração de empregos formais. Mas nos primeiros setes meses, o setor fechou o período com saldo negativo de 592 postos e queda de 0,72%. A pesquisa do Dieese-Pa (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) divulgada na manhã desta terça-feira (2) é baseada em dados do Ministério do Trabalho.

Segundo o estudo, em julho deste ano, o setor fez 2.535 admissões, contra 2.044 desligamentos, o que gerou um saldo positivo de 491 postos de trabalhos e crescimento de 0,60%. No mesmo período do ano passado, a situação foi inversa, pois o setor fechou com perda de 197 postos de trabalhos.

Nos primeiros sete meses do ano, a indústria de transformação teve decréscimo de 0,73% na geração de empregos. Foram feitas em todo o Pará, 16.741 admissões, contra 17.333 desligamentos, o que resultou em saldo negativo de 592 postos de trabalhos. No mesmo período do ano passado o saldo negativo foi maior, já que ficou em 2.281 postos.

Os números também não são bons em relação aos últimos 12 meses, já que o setor registrou queda de 3,53% na geração de empregos. No período foram feitas 28.580 admissões, contra 31.668 desligamentos, resultando em saldo negativo de 3.088 postos.

Por: Redação Portal ORM

ÚLTIMOS POST's