695 views | Destaque | Atualizado em: 08/05/2015

Remo sofre goleada histórica e fica com o vice da Copa Verde

remo cuiaba
Leão entrou em campo podendo perder de 2, mas levou 5 e deu adeus ao sonho da Sul-Americana 2016

Por: Redação ORM News

Tinha tudo para ser histórico. No dia em que o Leão decidiu o título que lhe colocaria de forma oficial em uma competição internacional em 2016, o torcedor foi surpreendido com uma das eliminações mais traumáticas da história azulina. Depois vencer por 4 a 1 em Belém, o Leão levou o troco e perdeu de 5 a 1 na volta.

Com um primeiro tempo para se esquecer, os azulinos viram o adversário fazer o resultado que interessava ainda na primeira etapa. Raphael Luz duas vezes e Geovani marcaram. No segundo tempo, mais uma vez o Cuiabá marcou, novamente com Raphael Luz. Val Barreto deu um ar de esperança ao Leão, mas Nino Guerreiro deu números finais. 5 a 1.

O resultado deixou o Pará com o segundo vice consecutivo da Copa Verde. Ano passado, o Paysandu também ficou no ‘quase’ para o Brasília, no Estádio Mané Garrincha.

Agora, o Clube do Remo foca na disputa do Campeonato Brasileiro da Série D, maior objetivo da equipe na temporada. A competição está marcada para iniciar no dia 12 de julho.

1º Tempo: Dourado avalassador – Inacreditável. Essa é a palavra mais usada pelo torcedor remista quando a bola rolou para Clube do Remo e Cuiabá-MT. O Dourado do Centro-Oeste não tomou conhecimento do time de Cacaio e armou uma blitz impressionante, conseguindo o resultado que lhe interessava.

Após muita pressão, o primeiro gol só saiu aos 25 minutos, quando o zagueiro Max derrubou o adversário na área. Pênalti. Raphael Luz cobrou no canto do goleiro Fabiano, que caiu bem, mas não conseguiu fazer a defesa. Cuiabá 1 a 0.

No segundo gol veio oito minutos depois. Em lance rápido pelo lado direito da defesa azulina, os defensores azulinos ficaram olhando e a bola sobrou novamente com Raphael Luz, que dominou e mandou uma bomba no ângulo de Fabiano. 2 a 0.

Sem conseguir jogar, o Remo pouco pegou na bola. De quebra, Cacaio tirou o meia Bismark e colocou o volante Felipe Macena, se preocupando com a marcação. Mas pouco adiantou. Isso porque o Cuiabá continuou avassalador e mandou mais um gol na rede de Fabiano, dessa vez em cobrança de falta desviada por Dadá que foi crucial para o gol do meia Geovani. 3 a 0.

No final, Eduardo Ramos, em alguns lances individuais e chutes de longe, tentou dar a resposta que o time precisava, mas já não tinha tempo. Final parcial, 3 a 0.

2º Tempo: Val Barreto marca, mas Cuiabá leva o título – O segundo tempo foi marcado pela emoção. O técnico Cacaio, sem ter nada a perder, colocou o garoto Sílvio no lugar de Ratinho, para dar mais velocidade e criar melhores chances de fazer gol.

O que o treinador remista não contava, porém, era com o mesmo ímpeto do primeiro tempo para a equipe do Mato Grosso. Em mais um pênalti, dessa vez cometido pelo goleiro Fabiano, o meia Raphael Luz colocou para dentro e aumentou. 4 a 0.

Abatido e aparentemente sem forças para reagir, o zagueiro Max cometeu falta na entrada da área e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso. O Cuiabá, então, passou a gastar o tempo trocando passes para o lado e já não indo com tanta pressa ao ataque.

Val Barreto, que havia entrado no segundo tempo, deu um alento ao torcedor remista. Mesmo com um a menos, o Remo foi para o tudo ou nada, acertando o alvo quando Levy cruzou na cabeça de ‘Valotelli’, que contou com ajuda do goleiro William Alves. 4 a 1.

O resultado levaria a decisão para as penalidades, mas com um a mais e campo e melhor futebol, o Dourado não queria saber de decidir da marca da cal. Aos 36 minutos, em jogada de contra-ataque, Nino Guerreiro recebeu cruzamento e subiu livre para marcar o quinto gol dos donos da casa. 5 a 1.

No final, na base do abafa, o Remo teve a bola do título nos pés de Rafael Paty, no último minuto, em cruzamento de Val Barreto que encontrou o camisa 9, mas o chute saiu sem pontaria necessária, ao lado da trave do goleiro William Alves.

No fim, melancolia azulina e título inédito do Cuiabá-MT, que vai disputar a Copa Sul-Americana 2016.

ÚLTIMOS POST's