163 views | Notícias | Atualizado em: 15/09/2017

Três pessoas são assassinadas em Icoaraci e Outeiro

Divisão de Homicídios da Polícia Civil ainda não encontrou uma relação entre os crimes

Três pessoas foram assassinadas nos distritos de Icoaraci e Outeiro, na madrugada desta sexta-feira (15). Em comum, a vítimas dividiam a dependência química. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil não encontrou uma relação entre os crimes, no entanto, as linhas de investigação são de acertos de contas.

O primeiro caso foi em Icoaraci, na travessa Itaboraí, aproximadamente à 0h30. David Luis Teixeira de Oliveira, de 25 anos, estava próximo a um bar com a companheira dele. Estava andando em direção à moto quando outro rapaz, de aparência muito jovem – é o que apontam os relatos -, fez quatro disparos contra ele. O assassino já o estava esperando num dos muitos locais escuros próximos ao estabelecimento comercial.

A companheira de David disse que ele estava sendo ameaçado por conta de uma dívida. Ela não deu muitos detalhes no local do crime. Porém, acredita que a morte dele tenha a ver com essa dívida. Apesar de o bar estar lotado, ninguém deu qualquer informação a respeito. A suspeita é de que haja consumo de drogas no local e na escuridão que o cerca. A moto de David e o assassino estavam debaixo de uma árvore.

Pouco mais de meia hora depois, na comunidade Newton Miranda, em Outeiro, Jocivaldo Mendes de Souza, 19 anos, foi assassinado. Um homem em um carro branco invadiu a casa do rapaz, na estrada do Fama. Fez vários disparos que atingiram cabeça e braços. Ninguém identificou placa ou modelo do veículo. Nada foi roubado. A única intenção era matar o jovem. Os antecedentes criminais dele estão sendo investigados.

Foi a segunda execução na comunidade Newton Miranda em 15 dias. No dia 30 de agosto, um triplo homicídio assustou os moradores que agora convivem com medo de novos assassinatos a qualquer momento. Nesse dia, Sara Nordeste Corrêa (35 anos), o namorado dela, Wanderson Araújo Sertão (23 anos) e um adolescente de 17 anos foram mortos a tiros. A principal suspeita é de que morreram por uma dívida com traficantes do Barreiro. Não se sabe se eles tinham algum elo com Jocivaldo.

O último crime já foi perto de 4h, novamente em Icoaraci. O corpo de homem até agora não identificado foi abandonado na avenida Augusto Montenegro. Estava enrolado numa lona. O rosto dele estava totalmente desfigurado. Peritos Criminais do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves apontam que foi morto com socos e pauladas. Policiais militares disseram o reconhecer como usuário de drogas, mas não tinha apelido. Cheirava a álcool, como se tivesse bebido muito. O fato é que não foi morto no local. Possivelmente morto por traficantes. O corpo ainda aguarda identificação no Instituto Médico Legal (IML).

Todos os casos estão sendo investigados pela Divisão de Homicídios de Belém e Divisão de Homicídios de Icoaraci. Quaisquer informações que possam ajudar na solução dessas execuções, podem ser repassadas ao Disque-Denúncia (181). As ligações são gratuitas e totalmente seguras, sem necessidade de se identificar.

Por: Portal ORM com informações de Victor Furtado

ÚLTIMOS POST's